Global Censorship: shifting modes, persisting paradigms

A liberdade de expressão não depende apenas da mera ausência de restrições, mas também de infraestruturas abertas e acessíveis para livre expressão. Tomando essa ideia como ponto de partida, o livro analisa a transformação dos métodos e modos utilizados por Estados e empresas privadas para moldar e controlar discursos.

A publicação apresenta uma série de dez estudos de casos sobre nove países: China, Myanmar, Sri Lanka, Índia, Egito, Zimbabwe, África do Sul, Brasil e Estados Unidos da América, além de dois ensaios que fornecem uma estrutura teórica geral essencial para o estudo das mutações que presenciamos atualmente no campo da censura.

Este livro é o quarto da série da Access to Knowledge (A2K), publicada pela Access to Knowledge Global Academy (A2KGA). O trabalho foi desenvolvido a partir da rede A2KGA e da conferência “Global Censorship Conference”, organizada na Universidade de Yale em 2012. A A2KGA é uma rede informal de acadêmicos e centros de pesquisa com presença no Brasil, China, Egito, Índia, África do Sul, e Estados Unidos da América comprometida com pesquisa, educação e promoção do acesso ao conhecimento. A rede já publicou sobre Acesso ao Conhecimento no Brasil, na Índia e no Egito.

Acesse e baixe aqui o livro completo.