Parceria de Governo Aberto: relatório de progresso – Brasil

O Mecanismo Independente de Avaliação (IRM, na sigla em Inglês) lança o segundo relatório independente de progresso para o Brasil. O relatório IRM avalia o período de junho 2014 até dezembro 2015 da implementação do 2º Plano de Ação Brasileiro.

Fabro Steibel, pesquisador independente, e coordenador-geral do Instituto de Tecnologia & Sociedade do Rio (itsrio.org), elaborou o relatório. As conclusões resumidas do relatório IRM são:

Embora o 2º Plano incluísse vários compromissos relacionados a temas prioritários para o Brasil, como megaeventos e corrupção, o impacto potencial do Plano foi reduzido pela pouca quantidade de compromissos transformadores. Outro ponto de atenção foi que a sociedade civil perdeu confiança no processo da OGP no país, resultando em uma persistente baixa participação. Para alterar esse quadro, o governo poderia formalizar, por meio de marco legal, fóruns de participação social e mecanismos de tomada de decisão compartilhada ainda na fase de elaboração do próximo Plano de Ação.

Acesse e baixe aqui o relatório completo.