Hablatam: educação digital e desinformação na juventude

área de pesquisa

categorias

{{ its_tabs[single_menu_active] }}

tema

As tecnologias digitais permitem que jovens participem do consumo, criação e disseminação de conteúdo de maneira revolucionária para a cultura e a indústria. As mudanças no ecossistema de informações digitais vêm com oportunidades inovadoras para o aprendizado, participação, jornalismo e engajamento cívico:   vídeos remixados, memes, troca de opiniões em fóruns de fanfiction ou contribuições na Wikipédia são apenas alguns exemplos.  

Ao mesmo tempo,  o crescimento massivo da internet e do uso das redes sociais e aplicativos de mensagens instantâneas levou a mudanças estruturais profundas no ecossistema de informação afetando diretamente a qualidade desse ambiente e da informação em si. 

Nesse sentido, entendemos que os jovens têm um papel importante a desempenhar nas sociedades modernas para combater a desinformação devido à sua capacidade de participar no processo de colaboração digital. No entanto, embora eles sejam menos propensos a disseminar informações falsas do que pessoas mais idosas visto a maior educação digital, também são fortemente afetados pelos desafios que enfrentam em relação à falta de recursos para lidar com a desinformação. Além da lacuna de participação, já que nem todos os jovens têm acesso igual às tecnologias digitais, muitas vezes eles não têm as habilidades necessárias para contestar a desinformação ou o poder para fazê-lo.

 

O projeto Hablatam visa, portanto, pesquisar a relação de jovens com as tecnologias digitais, com foco em três aspectos: 

– Conhecer em profundidade as perspectivas e práticas cotidianas dos jovens com tecnologias digitais, com foco nas competências que possuem, carecem e gostariam de adquirir; 

– Explorar, do ponto de vista da juventude, quais conteúdos estão faltando ou não são adequado para que desenvolvam suas habilidades digitais; 

– Compreender qual é a dinâmica usada para pesquisar, selecionar, checar, consumir e compartilhar informações, bem como explorar como jovens percebem e entendem a noção de qualidade da informação.

 

Hablatam foi idealizado pelo consórcio de pesquisadores “Conectados al Sur” (Conectados ao Sul), formado por pesquisadores de organizações como o Instituto de Tecnologia e Sociedade (Brasil), a Universidade do Chile, a ONG Faro Digital (Argentina) e o Berkman Klein Center, da Universidade de Harvard (EUA).

 

Conheça mais sobre o projeto pelo site Hablatam.

 

Mais sobre Conectados al Sur (CaS) & ITS Rio 

Conectados al Sur é uma versão regional da rede global “Digitally Connected” (Conectados Digitalmente). Somos uma rede multissetorial (composta por academia, ONGs, setor privado, governo, atores políticos e sociedade civil) que nasceu dos esforços conjuntos entre o Berkman Klein Center para Internet e Sociedade da Universidade de Harvard e a UNICEF que foca em analisar o crescimento e as tendências das tecnologias digitais e redes sociais e seus usos por crianças e jovens globalmente. Nosso foco regional é analisar as oportunidades e desafios do mundo digital para esse grupo na América Latina e no Caribe. Os participantes da rede trabalham ativamente contribuindo para novas pesquisas e engajam-se em atividades que ajudam na criação coletiva de sociedades mais inclusivas para os jovens.