O instante vivido, a memória e a ficção

palestrantes João Moreira Salles, Pedro Meira Monteiro, Ricardo Lísias e mais 2.

inscrições encerradas

categorias

{{ its_tabs[single_menu_active] }}

tema

Como o cinema documental e literatura trabalham com o documento e a ficção? Como se constroem narrativas quando a presença do narrador é incontornável e desejada? Reunindo cineastas, escritor, editor e professor, esta foi uma conversa sobre a composição da memória e o instante vivido.

Como entender o engano e o acerto quando se elege, conscientemente ou não, a galeria de imagens que dão sentido a um evento ou a uma vida? Como se arma o edifício da memória e o mosaico afetivo que o sustenta? Na fronteira entre o que aconteceu e o que não aconteceu, o que a reminiscência produz, quando transformada em imagem? Que ações concretas as imagens reconstruídas pela memória podem disparar?

Como pensar a política a partir de uma aposta no instante vivido? Nos afetos? Nas relações privadas? Existe uma ética que possa unir a amizade e a responsabilidade coletiva? Como pensar o futuro e o projeto político sem asfixiar o instante? A conversa da #47 Varanda ITS mergulhou nestas questões.

palestrantes

{{ pessoas.pessoaActive.title }}

×

informações

{{ informacao.title }}

mídia

geral

geral

tiago ferro

ricardo lísias

pedro meira

joão moreira salles

se interessou?

é só preencher o formulário 🙂